Menu

A Giganews aumenta seu apoio a Internet Watch Foundation (IWF), reconhecendo seu trabalho no combate a imagens de abuso sexual de crianças.

Este item de notícia é mais antigo que seis meses. As informações aqui presentes podem não mais refletir os serviços e ofertas atuais da Giganews.

Giganews, Inc., o melhor fornecedor de acessoUsenet premium a nível mundial, anunciou hoje um aumento substancial nos seus apoios financeiros por parte da Internet Watch Foundation (IWF, see: http://www.iwf.org.uk/) sitiada no Reino Unido. A Giganews foi o 50º membro a juntar-se à IWF a 1 de Outubro de 2004 (see: http://www.iwf.org.uk/media/news.archive-2004.84.htm). A Giganews orgulha-se em anunciar que aumentou o nível de apoio comparável à of AOL, BT, Google, MSN, T-Mobile, Virgin, Yahoo, e outras empresas bem conhecidas

Com toda a cobertura recente da New York Attorney General na sua cruzada contra imagens de abuso sexual de crianças, Giganews desenvolveu um estudo utilizando informação do seu escritório, assim como as informações à disposição do Giganews. Eles concluíram duas coisas neste estudo:

Primeiro, ao usar a informação do Advogado de Nova Iorque, 99.9997% a Usenet foi tida como livre de imagens de abuso sexual de menores. Éstá claro que a Usenet não alberga abuso sexual de menores como algumas pessoas tentaram implicar recentemente. Independentemente da percentagem mínima a Giganews nunca fez nem irá fechar os olhos a este problema.

Em segundo lugar, a Internet Watch Foundation é a agência mais eficaz no combate à transmissão dessa imundície. Diferente de todas as organizações baseadas nos EUA, a IWF monitora ativamente newsgroups suspeitos e conhecidos, assim como quaisquer imagens específicas reportadas a eles pelos usuários da Internet. Após verificarem o material em questão para a confirmação de que se trata de abuso sexual infantil, eles transmitem mensagens de destaivação para todos os servidores Usenet associados.

Giganews é extremamente agradecida de ter a IWF agindo como seu"Departamento de abuso sexual infantil". Através da sua associação com a IWF, a Giganew tem um método de verificar denuncias de imagens de abuso sexual. Ronald Yokubaitis, co-CEO da Giganews disse:"O IWF é o único mecanismo eletrônico que nós temos que nos ajuda a identificar e então deletar esse material da nossa rede Usenet. Nós somos gratos em termos nos associados com eles e realmente reduzir a disponibilidade desse tipo de material online."

Peter Robbins, CEO da IWF, reconheceu os esforços da Giganews para auxiliar nossa luta compartillhada: " Sua liderança e responsabilidade social corporativa são evidentes. O sucesso da IWF em minimizar a disponibilidade de conteúdo de abuso sexual de crianças ao redor do mundo é um testemunho da colaboração e patrocínio de nossas empresas associadas. Muito obrigado por seu contínuo suporte, este é verdadeiramente apreciado."

Acerca da Fundacao de Acompanhamento da Internet

A IWF é a "linha quente" de internet no reino unido para o público e profissionais de tecnologia reportarem conteúdos possivelmente ilegais em sua área. A IWF trabalha em parceria com a indústria online, legal, governo, o setor de educação, caridade, parceiros internacionais e o público para minimizar a disponibilidade deste tipo de conteúdo, especialmente conteúdo de abuso sexual de menores hospedado em qualquer lugar do mundo e conteúdo criminalmente obsceno e que incite o ódio racial hospedado no reino unido.

A IWF é um órgao indepente e auto gerido, fundado pela UE e a indústria online mais vasta, incluindo serviços de fornecimento de internet, operadoras móveis e fabricantes, fornecedores de serviços de conteúds, empresas de filtragem, associações de trocas e o sector financeiro bem como outras organizações que nos apoiam por razoes de responabilidade social corporativa.

O IWF ajuda fornecedores de internet e companies de hospedagem a combater o abuso das suas redes através do seu serviço de “note-e-tire” que alerta eles de conteúdos potencialmente illegal em seu sistema e o IWF fornete dados únicos aos seus parceiros que enforçam a lei no UK e for a para ajudar nas investigações de distribuidores de conteúdo online potencialmente illegal. Como resultado dessa par ceria, menos de 1% do conteúdo de abuso sexual infantile conhecido pelo IFW foi hophead na UK desde 2003, reduzido de 18% em 1997. Já que imagens sexuais abusive de crianças são hospedadas primariamente for a do país, o IWF facilita a iniciativa de proteger os usuários de exposição inadvertida, bloqueando o acesso a elas através da nossa provisão de uma lista dinâmica de sites que contém abuso sexual infantile.

Por favor note que "pornografia infantil", " pornografia com crianças"e "pornografia com miúdos" não são permitidas. A utilização destes actos linguísticos para legitimar imagens que não são pornográficas, são antes registos permanentes de crianças a serem abusadas sexualmente e como tal devem ser nomeadas como imagens de crianças abusadas sexualmente.

Para mais informações sobre IWF, visite www.iwf.org.uk

Giganews é a marca comercial da Giganews, Inc. Todas as outras marcas comerciais mencionadas neste documento são de propriedades de seus respectivos proprietários.

RSS Notícias Recentes

Tenha o melhor serviço Usenet do mundo! Iniciar o período de teste grátis

Giganews® e o logo da Giganews são marcas registradas de Giganews, Inc. ©2016 Giganews, Inc.